Anatomia do Bloco

O desenvolvimento de chatbot fica cada vez mais fácil a medida que você vai usando e conhecendo sobre a plataforma. Assim como na lógica de programação, conhecer mais sobre a lógica do Blip vai ajudar principalmente em criar chatbots performáticos, além é claro de auxiliar na agilidade para concluir o desenvolvimento de um chatbot.

Foi pensando nisso que eu passei os últimos 28 dias realizando um estudo científico aprofundado em uma faculdade renomada, com uma equipe de especialistas de vários locais do mundo e resolvi criar esse tópico explicando um pouco sobre:

Anatomia do Bloco

Um dos principais locais para a construção do chatbot, é no Bloco que toda mágica acontece. Cada interação vai passar por um bloco, e portanto é fundamental conhecê-lo melhor.

Para a dica de hoje, eu abri o bloco em 4 partes e vamos aprender um pouco mais sobre cada uma:

As partes destacadas na imagem acima, demonstram o que acontece em cada um dos blocos em ordem de execução, do começo ao fim. É importante dizer que apenas a quarta e última parte que é a Condições de Saída, que exige alguma execução; ou seja, por mais que podemos dividir o bloco em 4 partes, você não precisa adicionar uma Ação de Entrada e/ou Saída, e Conteúdos no bloco.

1. Ações de Entrada

image

É aqui que tudo começa! No momento em que o usuário chega no bloco, as primeiras execuções serão das Ações de Entrada. Portanto aqui é um ótimo lugar para você fazer qualquer ação que não dependa de um input do usuário, como por exemplo:

  • Construir um menu dinâmico utilizando Script
  • Conectar em uma API
  • Registrar algum evento

Uma vez executado todas as Ações de Entrada, partimos para a próxima parte.

2. Conteúdos do Bloco

Agora chegou uma hora importante: O que meu usuário vai receber?
É em Conteúdos do Bloco que a gente define o que será encaminhado para o usuário e como deverá prosseguir (se aguarda uma resposta ou se vai direto para o próximo passo), como por exemplo:

  • Enviar uma mensagem
  • Solicitar alguma informação
  • Enviar uma imagem ou vídeo

Após o chatbot enviar os conteúdos, a próxima parte será iniciada condicionada a como você definir o que se espera deste bloco:

  • Se você definiu que deve Aguardar resposta, a próxima etapa só será acionada após o input do usuário;
  • Caso você definiu Ir direto para o próximo passo, partiu?

3. Ações de saída

image

Estamos quase lá! Agora nós vamos executar algumas Ações antes de prosseguir pro próximo bloco, e aqui é um excelente momento para você:

  • Tratar o input do usuário com um Script
  • Conectar em uma API usando o input do usuário como parâmetro
  • Registrar algum evento

Executou as ações de saída? Seguimos pro quarto e último passo.

4. Condições de Saída

Nosso bloco está chegando ao fim. Agora é o momento de você definir a jornada do usuário no seu chatbot, e você pode (e deve) utilizar as informações coletadas nos passos anteriores para prosseguir. Neste momento você precisa definir para qual bloco vai direcionar o seu usuário, e para isso você pode:

  • Usar a resposta do usuário
  • Usar o retorno da sua API
  • Usar uma regra de negócio tratada via Script

E caso não queira definir nenhuma condição específica, basta preencher apenas a Saída Padrão que o seu usuário será direcionado para o bloco que for definido.


Espero que este artigo ajude você a compreender um pouco mais sobre o Blip e permita que você crie chatbots cada vez mais robustos e com alta performance.

Se este artigo foi útil para você, não se esqueça de deixar o seu like e comentar aqui em baixo com mais exemplos do que pode ser feito em cada um dos passos.

Abraços.

8 curtidas

Sextou com um conteúdo desses <3

Tô igual a Ludmilla: Te ensinei certim

1 curtida

@GabrielPetrone qual a diferença da anatomia de um bloco de contéudo pra um bloco de controle? :watching:

1 curtida

ahhh, esse buddy é demais, né @GabrielPetrone ? Foi ele quem tirou minhas dúvidas na construção do meu primeiro botttt! Aulas, cria :sparkles:

2 curtidas

Muito bom @GabrielPetrone, para o próximo acha valido falar sobre as ações globais ?

1 curtida

Hmm, é um ótimo questionamento, pois os blocos de controle (Início e Exceções) tem características individuais que se diferenciam simplesmente em: quais passos consigo fazer.

Bloco de Início

Nele você não consegue fazer uma ação de entrada e nem adicionar conteúdos , você vai poder apenas:

  1. executar Ações de saída
  2. finalizando com a Condições de Saída.

Bloco de Exceções

No bloco de Exceções você apenas não vai conseguir adicionar um conteúdo, mas vai poder:

  1. executar Ações de Entrada
  2. seguido de Ações de Saída
  3. finalizando com a Condiçõesde saída

O que você acha? Fique à vontade para complementar @BrunoC !

Sim, né @Rafael_Figueiredo ? As Ações globais podem ser muito útil e podemos aproveitar esse mesmo tópico para complementar. Fique à vontade para ajudar a completar o tópico também viu? :blue_heart:

3 curtidas